18 Anos
Mais de 400 Clientes

A Plug > Curiosidades > Tv por Assinatura

COMO E ONDE SURGIU

A história da televisão por assinatura começou nos Estados Unidos, mais precisamente na cidade de Oregon em 1948, com a televisão a cabo, onde pessoas pagavam para ter acesso a um cabo que captava sinais de televisão.

No Brasil, a televisão por assinatura surgiu primeiro com o Serviço Especial de Televisão por Assinatura, em 1989 (Canal+, inspirado no nome e no logotipo do homônimo francês que transmitia a programação da programadora norte-americano ESPN através do canal UHF 29, em São Paulo), posteriormente também com as retransmissões da italiana RAI e da norte-americana CNN, através dos canais SHF 4 e 5, além da nacional TVM (canal 2 SHF), especializada em programas musicais; e depois com o cabo, em 30 de julho de 1990.

A ideia deu tão certo nos Estados Unidos que, de 1984 a 1992, foram investidos 15 bilhões de dólares estadunidenses para o cabeamento de ruas e mais bilhões para o desenvolvimento de programação, financiados pelas operadoras de televisão a cabo.

O grande número de assinantes das operadoras de televisão por assinatura fez com que, em meados dos anos 1990, o grande número de cabos instalados nas ruas fosse usado para oferecer outros tipos de serviço, como Internet de banda larga, nascendo, assim, a Internet a cabo.

Em 1997, a indústria de televisão por assinatura faturaria 1,2 bilhão de dólares estadunidense só com vendas de pay-per-view, que representam uma das principais fontes de lucro para as operadoras.

Em 1999, pela primeira vez, os domicílios somaram mais tempo assistindo à televisão por assinatura do que à televisão aberta.

A televisão por assinatura no Brasil tinha, até o fim do primeiro semestre de 2017, contava com aproximadamente 25 milhões de assinantes.

No Brasil o setor é praticamente monopolizado pelas empresas NET, SKY, VIVO TV, CLARO TV e OI TV Brasil, que distribuem praticamente os mesmos canais de televisão paga.

Entre os canais que estes operadores distribuem, estão os canais Globosat, considerados entre os mais vistos do mercado. Estes canais são de propriedade da Organizações Globo.

Recentemente, devido a acordos com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), produtos de uma ação da associação Neo TV (que reúne a maioria dos operadores independentes do mercado), tais canais poderão ser distribuídos por tais operadoras independentes.

LICENÇA DE TV POR ASSINATURA AGORA É SeAC!

A Plug elabora seu processo!