18 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Esporte

Fonte: Super Esportes / Gazeta Press | Imagem: GLYN KIRK/AFP | Link Notícia

21/11/2018

Richarlison substitui o lesionado Neymar e garante vitória do Brasil sobre o Camarões

No último jogo de 2018, Seleção Brasileira venceu os africanos por 1 a 0

Informações compartilhadas Superesportes

A Seleção Brasileira fechou o ano com mais uma vitória. Nesta terça-feira, no MK Stadium, em Milton Keynes, na Inglaterra, os comandados do técnico Tite enfrentaram a seleção de camarões, treinada por Clarence Seedorf, e fizeram seu dever de casa, batendo os rivais por 1 a 0, graças ao gol de Richarlison, ex-América, que entrou logo nos primeiros minutos de jogo na vaga de Neymar, que sentiu a virilha.

Indo a campo com seis mudanças em relação ao time que enfrentou o Uruguai na última sexta, o Brasil teve de se adaptar com a sétima alteração na equipe logo aos sete minutos. Sem condições de continuar no jogo, Neymar foi diretamente para o vestiário junto com alguns membros do departamento médico da Seleção para já iniciar tratamento.

Ciente da importância de aproveitar a oportunidade que o acaso lhe presenteou, Richarlison acabou sendo um dos destaques do amistoso. Além de marcar o gol, tentou a todo o momento jogadas individuais e errou pouco, assim como o volante Allan, que desta vez iniciou como titular e aparentemente convenceu Tite de que pode ter chegado ao time canarinho para ficar.

A Seleção Brasileira agora só volta a entrar em ação em março de 2019, quando iniciará a reta final de preparação para a Copa América, que, inclusive, será realizada no Brasil entre os dias 14 de junho e 7 de julho.

O jogo

O Brasil começou bem a partida. Marcando a saída de bola de Camarões, não demorou muito para os comandados de Tite chegarem com perigo pela primeira vez. Logo aos quatro minutos, Allan matou no peito o cruzamento, dentro da área, cortou o marcador, deixando-o no chão, e bateu firme, forçando grande defesa de Onana.

Pouco tempo depois, a Seleção teve de lidar com uma baixa de peso. Neymar sentiu a virilha ao bater para o gol e prontamente foi substituído por Richarlison. Ao invés de ficar no banco de reservas acompanhando o restante da partida, o camisa 10 foi diretamente para o vestiário com alguns membros do departamento médico para já iniciar tratamento.

Sem Neymar, o Brasil continuou melhor na partida e teve mais uma grande oportunidade de abrir o placar aos 20 minutos, quando Willian recebeu de Allan na direita e cruzou rasteiro na medida para Firmino, que dominou, livre, e bateu em cima do goleiro, à queima roupa.

Após boas chances desperdiçadas, o técnico Tite só viu a insistência da sua equipe surtir efeito já nos minutos finais do primeiro tempo, mais precisamente as 44. Após cobrança de escanteio decorrente de uma ótima finalização de Allan, um dos destaques do time canarinho, Richarlison subiu mais alto que a defesa no primeiro pau e cabeceou certeiro, sem chances para Onana: 1 a 0.

Segundo tempo

Com Gabriel Jesus na vaga de Firmino, o segundo tempo começou agitado no MK Stadium. Logo aos sete minutos a seleção camaronesa surpreendeu e quase empatou com Bahoken, que recebeu cruzamento rasteiro na medida de Ekambi, mas finalizou, de carrinho, para fora, assustando o goleiro Ederson. Logo na sequência, porém, os comandados de Tite responderam na mesma moeda. Jesus aproveitou a ausência do goleiro Ondoa na meta rival para bater sem muito esforço, mas carimbou a trave.

Se não dava para infiltrar com a bola no chão e ampliar o marcador, o Brasil tentava de outras maneiras. Aos 22 minutos, por exemplo, Arthur recebeu na intermediária e decidiu experimentar, mas viu seu arremate explodir no travessão de Ondoa. Cinco minutos mais tarde foi a vez de Alex Sandro ter grande oportunidade para fazer o segundo gol ao receber passe açucarado de Douglas Costa, contudo, o lateral-esquerdo exagerou na força ao finalizar, isolando.

Antes do apito final, o Brasil ainda teve duas outras grandes chances de sair de campo com uma vitória mais elástica, mas Ondoa tratou de impedir um revés maior para Camarões. Primeiro, o goleiro defendeu chute de primeira de Allan dentro da área. Depois, ele tratou de bloquear os arremates à queima roupa de Gabriel Jesus e, logo na sequência, de Richarlison. Diante de tamanha sorte do guarda meta rival, coube à Seleção se contentar mesmo com o simples triunfo por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1 X 0 CAMARÕES

Local: MK Stadium, em Milton Keynes (Inglaterra)

Data: 20 de novembro de 2018, terça-feira

Horário: 17h30 (de Brasília)

Árbitro: Michael Oliver (ING)

Assistentes: Stuart Burt (ING) e Constantine Hatzidakis (ING)

Gol: Richarlison, aos 44 minutos do 1ºT (Brasil)

Cartões amarelos: Mandjeck (Camarões)

BRASIL: Ederson; Danilo, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Arthur, Allan e Paulinho (Walace); Willian (Douglas Costa), Firmino (Gabriel Jesus) e Neymar (Richarlison)

Técnico: Tite

CAMARÕES: Onana (Ondoa); Fuchs, Banana, Kana-Biyik e Bong; Mandjeck, Malong e Djoum; Ekambi (Zoua), Bahoken (Tchakoten) e Choupo-Moting (N’Jie)

Técnico: Clarence Seedorf



Notícias Relacionadas
Sergio Ramos garante interesse do Real Madrid pelo Mundial de Clubes

Esporte

Sergio Ramos garante interesse do Real Madrid pelo Mundial de Clubes

Gabriel Medina conquista o bicampeonato mundial de surfe

Esporte

Gabriel Medina conquista o bicampeonato mundial de surfe

Embraer e Boeing anunciam parceria avaliada em US$ 5,26 bilhões

Economia

Embraer e Boeing anunciam parceria avaliada em US$ 5,26 bilhões

'Entusiasmo', diz Uruguai sobre cooperação do Mercosul com União Econômica da Eurásia

Economia

'Entusiasmo', diz Uruguai sobre cooperação do Mercosul com União Econômica da Eurásia