18 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Esporte

Fonte: Túlio Kaizer /Superesportes | Imagem: Ricardo Duarte/Internacional/fotospublicas.com | Link Notícia

22/11/2018

Atlético marca nos acréscimos, quebra a invencibilidade do Inter como mandante e dá mais um passo rumo à Libertadores

Galo bateu o Colorado por 2 a 1 e segue firme no G6 do Campeonato Brasileiro

Informações compartilhadas Superesportes

O Atlético de Levir Culpi chegou à terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. Em jogo movimentado, com direito a gol da vitória aos 47 minutos do segundo tempo, o Galo bateu o Internacional por 2 a 1, no Beira-Rio, e quebrou a invencibilidade do adversário como mandante no Campeonato Brasileiro. Cazares abriu o placar para o Alvinegro no primeiro tempo. Na etapa final, D’Alessandro, de pênalti, empatou. Nos acréscimos, Terans marcou pela primeira vez com a camisa atleticana e deu números finais ao confronto.

Com o triunfo, o Atlético chegou aos 56 pontos, seis a mais do que o Atlético-PR, 7º colocado. O Galo está cada vez mais perto de garantir a classificação para a fase preliminar da Copa Libertadores. O Furacão venceu o Corinthians e segue três pontos atrás do Galo. Já o Internacional não tem mais chances de título.
 
Na próxima rodada, o Atlético visita o Santos, sábado, às 20h, na Vila Belmiro. No domingo, às 19h, o Internacional recebe o Fluminense no Beira-Rio. Serão os penúltimos jogos das equipes no Campeonato Brasileiro.
 
O jogo
 
Sem poder contar com Fábio Santos e Elias, suspensos, Levir Culpi optou por improvisar Patric na lateral esquerda. Já no meio-campo, o escolhido foi Matheus Galdezani. O restante da equipe foi o mesmo que venceu o Bahia, no último sábado, no Independência.
 
O começo do Atlético contra o Internacional foi assustador defensivamente. O Colorado iniciou o jogo com a marcação alta e os defensores alvinegros se complicaram com erros bobos, cedendo escanteios e posse de bola. No entanto, o goleiro Victor não sofreu com avanços perigosos.
 
Aos poucos, o Galo começou a sair para o jogo. Depois de ver o adversário ter mais de 60% de posse de bola, o Atlético passou a controlar a partida e assustar Marcelo Lomba. Cazares e Chará, em bons chutes, levaram perigo.
 
Já dono da posse de bola, o Atlético cresceu na reta final do primeiro tempo. Com boas jogadas pelas laterais, com Patric e Emerson, o Galo assustava. E chegou ao gol num rápido contra-ataque. Emerson roubou a bola, que caiu no pé de Adilson. O volante encontrou Chará no meio-campo, pelo lado esquerdo. O colombiano dominou e lançou para Cazares, que avançou, invadiu a área e finalizou alto para balançar as redes de Marcelo Lomba: 1 a 0. Na reta final da etapa inicial, em outro rápido contragolpe, Luan teve a chance de ampliar, mas finalizou torto pela linha de fundo.
 
O Internacional voltou para o segundo tempo na pressão, enquanto o Atlético tentava encaixar um contra-ataque para matar a partida. O time da casa abusou dos cruzamentos. Em dois deles, quase empatou. No primeiro, D’Alessandro cobrou escanteio e Emerson Santos desviou a bola, que passou raspando a trave de Victor. No segundo, após escanteio batido por Nico López, Patric salvou em cima da linha. No rebote, Leandro Damião, dentro da pequena área, chutou por cima do gol.
 
O Inter seguiu na pressão. O time da casa dominou a etapa final, pressionando no campo de ataque. O Atlético seguia na busca de um contra-ataque. E ele apareceu. Patric encontrou Cazares livre, na entrada da área. O equatoriano dominou, mas foi travado por Iago na hora do chute. A bola passou raspando a trave de Lomba. 
 
A chance perdida motivou o Inter, que quatro minutos depois, teve a oportunidade do empate. Rossi arrancou pelo lado esquerdo, deixou Emerson para trás e cruzou rasteiro. Na dividida, o árbitro marcou pênalti de Maidana em Leandro Damião. Na cobrança, D’Alessandro deslocou Victor e empatou: 1 a 1.
 
O time da casa ainda teve chance de virar. Leandro Damião, após falha de Leonardo Silva, perdeu chance inacreditável, cara a cara com Victor. Logo depois, Rossi recebeu livre e balançou as redes, mas o impedimento foi assinalado.
 
Quando o empate parecia certo, Cazares apareceu de novo. Aos 47’, o meia recebeu pela direita, arrancou e cruzou rasteiro. Terans antecipou-se ao zagueiro, deu toque sutil na bola e marcou o seu primeiro gol com a camisa do Atlético: 2 a 1 e Galo mais perto da vaga na Copa Libertadores.
 
INTERNACIONAL 1 X 2 ATLÉTICO
 
Internacional
Marcelo Lomba; Fabiano (Juan Alano, aos 38/2ºT), Emerson Santos, Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick (Camilo, aos 14/2ºT) e D’Alessandro; Nico López (Rossi, aos 26/2ºT) e Leandro Damião
Técnico: Odair Hellmann
 
Atlético
Victor; Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana e Patric; Adilson e Matheus Galdezani (Lucas Cândido, aos 31/2ºT); Luan (Terans, aos 24/2ºT), Cazares e Chará; Ricardo Oliveira (Alerrandro, aos 18/2ºT)
Técnico: Levir Culpi
 
Gols: Cazares, aos 42/1°T; D’Alessandro, aos 37/2ºT; Terans, aos 47/2ºT
Cartões amarelos: Adilson, aos 24/2ºT; Maidana, aos 35/2ºT; Cuesta, aos 39/2ºT
 
Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data e horário: quarta-feira, 21 de novembro, às 19h30 (de Brasília)
 
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)


Notícias Relacionadas
Sergio Ramos garante interesse do Real Madrid pelo Mundial de Clubes

Esporte

Sergio Ramos garante interesse do Real Madrid pelo Mundial de Clubes

Gabriel Medina conquista o bicampeonato mundial de surfe

Esporte

Gabriel Medina conquista o bicampeonato mundial de surfe

Embraer e Boeing anunciam parceria avaliada em US$ 5,26 bilhões

Economia

Embraer e Boeing anunciam parceria avaliada em US$ 5,26 bilhões

'Entusiasmo', diz Uruguai sobre cooperação do Mercosul com União Econômica da Eurásia

Economia

'Entusiasmo', diz Uruguai sobre cooperação do Mercosul com União Econômica da Eurásia