18 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Politica

Fonte: Sputnik Brasil | Imagem: Flickr / Democratas | Link Notícia

03/12/2018

Bolsonaro começa negociações com partidos

O político vai negociar com representantes do MDB, PRB, PR e PSDB.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

O presidente eleito Jair Bolsonaro planeja receber nesta semana mais de 100 parlamentares de quatro partidos em Brasília, segundo agenda divulgada pela assessoria. 

As negociações com MDB, PRB, PR e PSDB foram intermediadas pelo futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS). 

Até o momento, quase todas as negociações foram negociadas com as bancadas do Congresso, principalmente a bancada ruralista e a bancada evangélica. No entanto, o futuro presidente precisa garantir aprovação de projetos mais amplos, como a Reforma da Previdência. Por isso, a iniciativa de buscar os partidos era esperada.

A articulação política deve ficar a cargo de Onyx Lorenzoni.

"O presidente vai receber, de terça da semana que vem até perto do Natal, todas as bancadas do nosso campo político. Nós vamos ter uma base aí superando 350 parlamentares, sem 'toma-lá-dá-cá', ponto fundamental para a gente", disse o Lorenzoni ao jornalista Roberto D'Avila durante entrevista na GloboNews, exibida nesta sexta-feira.

Os encontros com MDB e PSDB devem ser estratégicos, pois nenhum dos grandes partidos apoiou Bolsonaro na reta final da campanha.

Durante a campanha, Geraldo Alckmin, presidente tucano, anunciou que seu partido não iria compor com o governo de Bolsonaro.



Notícias Relacionadas
Sergio Ramos garante interesse do Real Madrid pelo Mundial de Clubes

Esporte

Sergio Ramos garante interesse do Real Madrid pelo Mundial de Clubes

Gabriel Medina conquista o bicampeonato mundial de surfe

Esporte

Gabriel Medina conquista o bicampeonato mundial de surfe

Embraer e Boeing anunciam parceria avaliada em US$ 5,26 bilhões

Economia

Embraer e Boeing anunciam parceria avaliada em US$ 5,26 bilhões

'Entusiasmo', diz Uruguai sobre cooperação do Mercosul com União Econômica da Eurásia

Economia

'Entusiasmo', diz Uruguai sobre cooperação do Mercosul com União Econômica da Eurásia