19 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Ciencia

Fonte: Sputnik Brasil | Imagem: © astrogalaxy1.narod.ru | Link Notícia

11/01/2019

Panorama dos chineses: confira VÍDEO inédito do lado oculto da Lua

A sonda chinesa Chang'e 4, que pousou no lado oculto da Lua no início de janeiro, enviou imagens panorâmicas da superfície do satélite natural da Terra, informa a Administração Nacional Espacial da China (CNSA) na sexta-feira (11).

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

CNSA publicou uma foto de 360 graus, que foi tirada com uma câmera fixada no topo da Chang'e 4.

 

A imagem foi transmitida para a Terra com a ajuda do satélite de transmissão espacial Queqiao, que em junho passado alcançou com sucesso o ponto de Lagrange L2 no lado oculto da Lua, tornando-se o primeiro satélite do mundo a operar nesta órbita.

O satélite consegue observar o lado oculto da Lua de onde está. Graças à fotografia, em que, além da superfície da Lua, pode-se ver o rover lunar Yutu (Coelho de Jade) e partes da Chang'e 4, astrônomos chineses foram capazes de analisar preliminarmente as características da paisagem e relevo ao redor da sonda.

 

O rover lunar Yutu, que passou sete dias "dormindo", despertou na noite de quinta-feira (11) pronto para prosseguir com a missão. De acordo com a CNSA, tanto a sonda lunar quanto a estação estão em condição estável, e a missão está sendo realizada como planejado.

A sonda chinesa Chang'e 4 pousou suavemente no dia 3 de janeiro em região inexplorada da Lua, entrando, assim, para a história, e já enviou as primeiras imagens da superfície da parte oculta do satélite da Terra.

A sonda pousou na Lua na cratera de Von Kármán, localizada na parte noroeste da maior cratera lunar conhecida como Bacia do Polo Sul-Aitken. Astrônomos chineses esperam analisar a composição mineral da superfície lunar, bem como obter novos dados sobre o manto da Lua.

Para a missão Chang'e 4, universidades chinesas desenvolveram vários programas científicos. Há oito aparelhos na sonda, incluindo objetos desenvolvidos pela China, Alemanha, Suécia, Arábia Saudita e Holanda.

O programa de pesquisa lunar chinês, Chang'e, chamado assim em homenagem à deusa mítica da Lua, inclui três fases: um voo ao redor do satélite da Terra, pouso na Lua e retorno para a Terra. A primeira etapa do programa já foi concluída com sucesso. Atualmente, a segunda etapa deste programa em processo.

 


Notícias Relacionadas
IGP-M acumula taxa de inflação de 3,08% em 12 meses, diz FGV

Economia

IGP-M acumula taxa de inflação de 3,08% em 12 meses, diz FGV

ANP se diz atenta quanto a abusos em preços de combustíveis no Brasil

Economia

ANP se diz atenta quanto a abusos em preços de combustíveis no Brasil

Feirão de empregos atrai milhares de pessoas na capital paulista

Economia

Feirão de empregos atrai milhares de pessoas na capital paulista

Brasil disputa Copa América de basquete feminino após ouro no Pan

Esporte

Brasil disputa Copa América de basquete feminino após ouro no Pan