19 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Esporte

Fonte: Superesportes / Gazeta Press | Imagem: Raul Arboleda / AFP | Link Notícia

06/03/2019

Na Colômbia, Athletico Paranaense perde para Tolima em estreia na Libertadores

Banguero garantiu a vitória dos colombianos por 1 a 0, em Ibagué

Informações compartilhadas Superesportes
 
A caminhada do Athletico Paranaense no Grupo G da Libertadores da América 2019 começou com gosto amargo ao perder por 1 a 0 para o Tolima, Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na Colômbia.Foi a primeira partida oficial da equipe rubro-negra na temporada, já que prioriza a competição internacional.
 
Usando a bola parada, os donos da casa abriram a contagem, aos 29 minutos, com Banguero aproveitando rebote na pequena área após cobrança de falta para estufar a rede, marcando o gol da vitória.
 
Na próxima rodada da competição, o Tolima enfrenta o Boca Juniors, da Argentina, terça-feira, em La Bombonera. Já o Atheltico terá pela frente o Jorge Wilstermann, quinta-feira, iniciando uma sequência de três partidas na Arena da Baixada.
 
O jogo – O Furacão começou a partida marcando forte no meio-campo, apostando nas roubas de bola e no contra-ataque. Aos dois minutos, Rubén trombou com o goleiro Montero, a bola ficou no meio da confusão e a defesa colombiana conseguiu afastar. A partida era truncada, concentrada entre as intermediárias. Aos dez minutos, Tiago Nunes precisou queimar sua primeira mudança, com Madson, que jogada improvisado na direita, saindo lesionado para a entrada de Zé Ivaldo.
 
Cobrança de escanteio fechada para Thiago Heleno, aos 15 minutos, e o zagueiro deu um peixinho pela linha de fundo. Aos 17 minutos, lançamento para Rony, que cruzou para o meio, nos pés de Marco Rúben, que finalizou para fora. A resposta veio em cruzamento de Mostacilla para González, que tocou em cima de Santos, que cedeu escanteio. O Tolima cresceu na partida e pressionava.
 
Os donos da casa foram para cima e, aos 29 minutos, após cobrança de escanteio, Santos parou toque de cabeça mas, no rebote, não parou o chute de Banguero, que mandou para o fundo da rede e abriu o placar. Albornoz aproveitava a avenida pelo lado esquerdo do ataque para chegar e, aos 37 minutos, serviu Pérez, que abriu a perna e desperdiçou a chance de dominar na área.
 
Para a segunda etapa, nenhuma nova modificação nas equipes. Aos dois minutos, cruzamento na área colombiana feito por Rony, a bola desviou a zaga após corte do goleiro e acertou a trave. O troco veio em levantamento para Mostacilla, aos seis minutos, com uma cabeçada certeira que passou à direita da meta. O Furacão tentava tomar a iniciativa, mas a marcação do time da casa era forte.
 
Renan Lodi testou o Montero, aos 12 minutos, com um chute cruzado, de longe, que obrigou o goleiro a ceder escanteio. Levantamento para Pérez, aos 16 minutos, e o atacante subiu com liberdade para cabecear para fora. O técnico Tiago Nunes apostou na entrada de Marcelo Cirino no lugar de Camacho.Thiago Heleno balançou as rede, aos 20 minutos, mas o árbitro marcou impedimento no lance.
 
O jogo era mais aberto e, aos 24 minutos, Vásques encontrou espaço para chutar e parar nas mãos de Santos. O Rubro-Negro dominava as ações, mas o relógio era cruel com o time brasileiro. Aos 31 minutos, González limpou a jogada no contra-ataque e praticamente recuou para Santos. Confusão na área colombiana, Rony dividiu com a zaga na pequena área e ficou com o escanteio. Na sequência, nova chance para Rony, que parou em Montero. Aos 48 minutos, Balanta ainda perdeu o contra-ataque que seria o segundo gol do Tolima.
 
TOLIMA 1 X 0 ATHLETICO PARANAENSE
 
Local: Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué (Colômbia)
Data: 05 de março de 2019, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Piero Maza (Chile)
Assistentes: Raul Orellan (Chile) e Edson Cisternas (Chile)
Cartões amarelos: Robbles e Arboleda (Tolima); Léo Pereira e Thiago Heleno (Athletico)
 
Gol
TOLIMA: : Banguero, aos 29 minutos do primeiro tempo
 
TOLIMA: Álvaro Montero; Arboleda, Julián Quiñónes, Mostacilla e Danovis Banguero; Robles, Carrascal (Gordillo), Larry Vásquez e Luis González (Balanta); Omar Albornoz (Castro) e Marco Pérez.
Técnico: Alberto Gamero
 
ATHLETICO: Santos; Madson (Zé Ivaldo), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho (Marcelo Cirino), Bruno Guimarães e Tomás Andrade; Rony, Nikão (Braian Romero) e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes


Notícias Relacionadas
Em treino, Tite esboça escalação da Seleção Brasileira para partida contra o Panamá

Esporte

Em treino, Tite esboça escalação da Seleção Brasileira para partida contra o Panamá

Gabriel decide, Flamengo bate Madureira e está na semifinal da Taça Rio

Esporte

Gabriel decide, Flamengo bate Madureira e está na semifinal da Taça Rio

Dana White renova contrato e vai comandar o UFC por mais sete anos

Esporte

Dana White renova contrato e vai comandar o UFC por mais sete anos

Após novo apagão, Venezuela corre para restabelecer energia em vários estados do país

Mundo

Após novo apagão, Venezuela corre para restabelecer energia em vários estados do país