19 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Esporte

Fonte: Túlio Kaizer /Superesportes | Imagem: Juarez Rodriguez/EM/D.A Press | Link Notícia

07/03/2019

Atlético vacila no Mineirão e perde para o Cerro Porteño na estreia da fase de grupos da Libertadores

Galo perdeu por 1 a 0 para o time paraguaio no Gigante da Pampulha

Informações compartilhadas Superesportes
 
O Atlético estreou com derrota na fase de grupos da Copa Libertadores. O Alvinegro perdeu para o Cerro Porteño, do Paraguai, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Mineirão. O gol da vitória dos paraguaios foi marcado por Diego Churín, em condição de impedimento, após indecisão entre o zagueiro Réver e o goleiro Victor. 
 
O time alvinegro não conseguiu ter intensidade, como já aconteceu em jogos anteriores na temporada. A equipe atleticana teve dois gols anulados. Fora isso, foram poucas chances criadas. Já o Cerro, que praticamente não teve oportunidades, abriu o placar em um lance de sorte, já que a bola bateu no atacante da equipe paraguaia antes de ir para o gol.

O Atlético volta a campo pela Libertadores na próxima semana. Na terça-feira, às 21h30, o Galo visita o Nacional, no Uruguai. Antes, o Alvinegro encara o Patrocinense, sábado, às 16h30, no estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio, pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro. 
 
O jogo
 
O técnico Levir Culpi resolveu manter a equipe alvinegra com três volantes: no lugar de José Welison, suspenso, entrou Jair. Chará, que começou a temporada no time titular, ficou no banco de reservas. 
 
O jogo começou quente no Mineirão. Logo no primeiro lance, Elias recebeu na área e finalizou fraco. No lance seguinte, foi a vez do Cerro chegar com perigo em chute de Valdez. Aos 7’, o Galo balançou as redes, mas o gol foi anulado. Cazares cobrou falta lateral e a bola foi direto para o gol. Como o árbitro Mauro Vigliano, da Argentina, apitou tiro livre indireto, o lance foi invalidado corretamente. 
 
O Atlético seguiu em cima em busca do primeiro gol. Cazares acertou a trave em chute de longe. O Cerro Porteño, aos poucos, conseguiu anular as principais jogadas de ataque do time mineiro. Com poucas opções ofensivas, a equipe de Levir Culpi não conseguiu se livrar da forte marcação dos paraguaios. 
 
A partida só esquentou na reta final do primeiro tempo. Após erro de Jair e Adilson, Valdez finalizou por cima. Pelo lado do Galo, Cazares e Elias finalizaram por cima, e Luan parou no goleiro Carrizo. 
 
O segundo tempo começou lento. O Atlético, com poucas peças ofensivas, teve dificuldades para ameaçar o Cerro Porteño. Os paraguaios, em raras aparições ofensivas, também não levava perigo.
 
Para fazer a equipe crescer em campo, Levir colocou Chará em campo no lugar de Elias. Logo depois da alteração, Cazares, em boa jogada, quase abriu o placar. Ricardo Oliveira, após cruzamento de Patric, perdeu chance clara. 
 
Aos 31 minutos, o Cerro chegou ao gol da vitória no Mineirão. Ruíz cruzou e Churín aproveitou indecisão de Réver e Victor para marcar. O zagueiro não cortou a bola, enquanto o goleiro atleticano ficou no meio do caminho. A bola bateu no paraguaio e entrou: 1 a 0. O jogador do Cerro estava em posição irregular.
 
Em desvantagem, Levir colocou o meia Nathan em campo no lugar do volante Jair, contundido. Por sua vez, Adilson foi substituído por Vinicius. Mais ofensivo, o Galo tentou o empate no abafa. Mas não funcionou. Antes do apito final, Ricardo Oliveira teve um gol anulado por impedimento. Imagens de TV confirmaram o acerto na marcação do árbitro argentno. 
 
ATLÉTICO 0 x 1 CERRO PORTEÑO
 
ATLÉTICO
Victor; Patric, Réver, Igor Rabelo e Fábio Santos; Adilson, Elias (Chará, aos 14/2°T), Jair (Nathan, aos 29/2°T), Luan e Cazares; Ricardo Oliveira
Técnico: Levir Culpi
 
CERRO PORTEÑO
Juan Pablo Carrizo; Candía, Escobar, Amorebieta e Arzamendia; Aguilar, Villasanti, Óscar Ruiz e Federico Carrizo; Larrivey (Novick, aos 28/2°T) e Nelson Valdez (Diego Churín, aos 9/2°T)
Técnico: Fernando Jubero
 
Gol: Diego Churín, aos 31/2°T
Cartões amarelos: Réver, aos 6/2°T; Adilson, aos 30/2°T 
 
Motivo: primeira rodada do Grupo E da Copa Libertadores
Local: Mineirão
Público: 38.736
Renda: R$ 1.738.540,00
Data: quarta-feira, 6 de março
Horário: 19h15
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Auxiliares: Hernan Maidana (ARG) e Gabriel Chade (ARG)


Notícias Relacionadas
Em treino, Tite esboça escalação da Seleção Brasileira para partida contra o Panamá

Esporte

Em treino, Tite esboça escalação da Seleção Brasileira para partida contra o Panamá

Gabriel decide, Flamengo bate Madureira e está na semifinal da Taça Rio

Esporte

Gabriel decide, Flamengo bate Madureira e está na semifinal da Taça Rio

Dana White renova contrato e vai comandar o UFC por mais sete anos

Esporte

Dana White renova contrato e vai comandar o UFC por mais sete anos

Após novo apagão, Venezuela corre para restabelecer energia em vários estados do país

Mundo

Após novo apagão, Venezuela corre para restabelecer energia em vários estados do país