19 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Mundo

Fonte: Sputnik Brasil | Imagem: © REUTERS/ Rodi Said | Link Notícia

11/03/2019

Coalizão dos EUA ataca sudeste da Síria, provocando ao menos 50 mortos

Segundo comunicou a televisão estatal síria, a coalizão internacional liderada pelos EUA atacou o povoado de Baghouz, no sudeste do país, resultando em ao menos 50 mortos, muitos dos quais são mulheres e crianças.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

Na segunda-feira (11), a televisão estatal da Síria relatou sobre mais de 50 mortos em resultado de mais um ataque aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA contra o povoado de Baghouz, na província de Deir ez-Zor, cercada por destacamentos das Forças Democráticas da Síria (FDS).

"A aviação da coalizão cometeu mais um crime, efetuando um ataque aéreo contra o campo de refugiados em Baghouz, no leste da província de Deir ez-Zor. O bombardeio fez 50 vítimas mortais, a maioria das quais são mulheres e crianças", informou a SANA, citando fontes locais.

Nos últimos meses, unidades das Forças Democráticas da Síria (SDF), apoiadas pelos EUA, vêm realizando operações contra terroristas do Daesh (proibido na Rússia e em uma série de países) na Síria. Inúmeros relatos têm surgido na mídia síria sobre vítimas civis e uso de fósforo branco, que é proibido pelas convenções internacionais.

As Forças Democráticas da Síria, apoiadas pelos Estados Unidos, retomaram sua ofensiva contra Baghouz no último final de semana, interrompendo uma pausa de quase duas semanas para a evacuação de civis.



Notícias Relacionadas
Em treino, Tite esboça escalação da Seleção Brasileira para partida contra o Panamá

Esporte

Em treino, Tite esboça escalação da Seleção Brasileira para partida contra o Panamá

Gabriel decide, Flamengo bate Madureira e está na semifinal da Taça Rio

Esporte

Gabriel decide, Flamengo bate Madureira e está na semifinal da Taça Rio

Dana White renova contrato e vai comandar o UFC por mais sete anos

Esporte

Dana White renova contrato e vai comandar o UFC por mais sete anos

Após novo apagão, Venezuela corre para restabelecer energia em vários estados do país

Mundo

Após novo apagão, Venezuela corre para restabelecer energia em vários estados do país