19 Anos
Mais de 400 Clientes

Variedade > Esporte

Fonte: Agencia Brasil | Imagem: Alexandre Loureiro/COB/Divulgação | Link Notícia

08/08/2019

Brasil conquista ouro no lançamento de peso, tênis de mesa e hipismo

Brasileiros também conseguiram medalhas em mais quatro modalidades

Informações Compartilhadas Agencia Brasil

Em um dia de muitas medalhas para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos, os maiores destaques foram os ouros de Darlan Romani, no lançamento de peso, de Hugo Calderano, no tênis de mesa e da equipe de saltos no hipismo. Além do lugar mais alto do pódio, os cavaleiros brasileiros Rodrigo Lambre, Pedro Veniss, Eduardo Menezes e Marlon Zanotelli garantiram vaga para os Jogos Olímpicos de 2020, que ocorre no Japão. Calderano também conquistou vaga para Tóquio 2020.

A equipe mexicana ficou com a medalha de prata, enquanto os norte-americanos ficaram com o bronze. Com a atuação desta quarta Rodrigo Lambre, Pedro Veniss e Marlon Zanotelli conseguiram garantir a participação na final individual de saltos.

Recorde pan-americano

Outra medalha de ouro do dia veio com Darlan Romani na prova de lançamento de peso. O brasileiro foi muito superior a seus adversários e alcançou a marca de 22,07 metros, que lhe garantiu também o recorde pan-americano.

Conquistas no tênis de mesa

No individual masculino do tênis de mesa, Hugo Calderano conquistou a medalha de ouro ao vencer por 4 sets a 3 Jiaji Wu, da República Dominicana. Com o ouro, Calderano se tornou bicampeão pan-americano e conquistou a vaga para os Jogos Olímpicos de 2020.

Na semifinal do individual feminino do tênis de mesa Bruna Takahashi perdeu para Adriana Díaz, de Porto Rico, por 4 sets a 0. Com isso a brasileira ficou com a medalha de bronze. Esta é a terceira medalha de Bruna, que já tinha uma prata e um bronze.

Prata no ciclismo

Na prova contrarrelógio do ciclismo, o brasileiro Magno Nazaret alcançou a marca de 46min17s44 e conquistou a medalha de prata. O campeão foi o colombiano Daniel Poveda, que cumpriu os 37km do percurso em 44min22s71. O outro brasileiro na prova, Rodrigo do Nascimento, terminou na 13º posição.

Medalhas no atletismo

O atletismo rendeu para a delegação brasileira mais duas importantes medalhas. Nos 100 metros rasos, a prova mais nobre da modalidade, Paulo André fez uma ótima corrida e alcançou o tempo de 10s16 para ficar com a medalha de prata. O ouro ficou com o norte-americano Michael Rodgers, com o tempo de 10s09, e o bronze foi para Cejhae Greene, de Antígua e Barbuda.

Também nos 100 metros, mas no feminino, Vitória Cristina Rosa conquistou mais um bronze para o Brasil. Ela completou o percurso em 11s30. Elaine Thompson, dos EUA, garantiu o ouro com o tempo de 11s18, e a tobaguiana Michelle-Lee Ahye ficou com a prata com 11s27.

Bronze na esgrima

Uma das grandes esperanças de medalha do Brasil no dia estava depositada em Nathalie Moellhausen, atual campeã mundial da prova de espada. Porém, a italiana naturalizada brasileira foi derrotada pela norte-americana Katharine Holmes por 15 a 9 na semifinal e acabou a competição com a medalha de bronze.

Vôlei feminino

Outra esperança de medalha do Brasil é o vôlei feminino. Hoje a seleção estreou com uma vitória segura sobre Porto Rico por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/16 e 25/15.



Notícias Relacionadas
Governo quer mais pesquisa em mineração e energia

Economia

Governo quer mais pesquisa em mineração e energia

Standard & Poors eleva perspectiva de crédito da Petrobras

Economia

Standard & Poors eleva perspectiva de crédito da Petrobras

Seguradora quer reverter decisão do governo de extinguir Dpvat

Economia

Seguradora quer reverter decisão do governo de extinguir Dpvat

Éverton Ribeiro quer Flamengo focado na semifinal do Mundial

Esporte

Éverton Ribeiro quer Flamengo focado na semifinal do Mundial